Manifesto Circuito das Estações

As melhores coisas da vida não são de ver, são de sentir!

Nascemos há 12 anos com um objetivo claro. Colocar você em movimento. Mais do que isso, mantê-lo em movimento o ano todo.
Nós acreditamos na corrida, e fizemos o CIRCUITO DAS ESTAÇÕES com a crença de ajudar nessa missão.
Ajudar você que não corre a correr (já), você que já corre a correr mais, mais longe, mais rápido, com mais prazer ou mais sofrimento (sabemos bem como é isso). Fizemos o CIRCUITO para te motivar nas 4 estações, faça calor ou faça frio, faça sol ou faça chuva.

Fazemos isso, pois sabemos que não é fácil manter os treinos, mas temos certeza que nenhum dia é igual depois de uma boa corrida. Sabemos que no início é complicado entender que a competição não é com os demais corredores, mas com aquela voz dentro de você insistindo em parar.
Sabemos o quanto vale terminar uma prova, mas que no fundo valeu muito mais ter começado. Sabemos que a corrida muda seu corpo, mas que muda ainda mais sua vida.
Tem gente que não entende. Faz parte.

Claro que sabemos que existem corridas ruins, mas nenhuma foi pior que não ter corrido. Sabemos que uns dias não são para velocidade ou distancia, são para pura terapia. Sabemos o quanto custou seu melhor tempo, mas que essa provavelmente não foi sua melhor corrida. Sabemos que o primeiro pensamento antes de uma prova é “por que estou fazendo isso?” mas que o primeiro depois é “quando posso fazer de novo?”
O corpo precisa de treinamento. A mente também.

Sabemos que a motivação é o que nos faz começar a correr, mas é o habito que nos mantem em ação.
Sabemos que uma parte do seu cérebro vai te mandar parar, a outra convencê-lo a seguir (acredite nessa). Sabemos o quanto é difícil, mas é exatamente o que a torna tão especial.
A corrida nos ensina todos os dias, mas quem sabe o maior ensinamento seja que sempre exista espaço para melhorar.
A corrida termina, correr não.

Sabemos que a corrida cansa, mas que libera muito mais que suor. Sabemos que as vezes dói (e muito), mas que dói muito mais desistir. Sabemos que a corrida machuca, mas que o sofrimento é um professor extraordinário.
Sabemos que 5k, 10k, 21k ou 42k, não importa.
Claro que 42k é muito. A sensação também.

Mas acima de tudo sabemos que as pessoas que começam uma corrida não são as mesmas que terminam. Não são. Trata-se de uma longa jornada, mas que vale muito a pena!
Já disse uma grande corredora “não consigo imaginar ter vivido e não correr”. Nem a gente.

#sintaacorrida

Confira o que você vai sentir

Apoio